sexta-feira, 17 de abril de 2009

...Ultimamente tenho corrido atrás de conseguir todos os meus ideais lutando com unhas e dentes pelo tão merecedo "LUGAR AO SOL"...
Eu tento ser forte, fazer por merecer... me empenho até onde posso... Dou meu sangue pra valer o merecimento posterior... Mas tem certos dias que a estrutura do corpo abala, por mais que eu a tenha no meu controle. E são as horas em que eu me perco em um mar de vazio imenso...
É preciso se empenhar bastante para conseguir chegar até um porto seguro que me faça ressurgir as forças que ás vezes me fogem do controle...
Apesar dos pesares, não desisto, pois é em cada recaída que eu renasço cada vez mais FORTE!!!




(Um dia, isso tudo vai passar... Não haverá nem dor e nem sofrimento...)




"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens." (Fernando Pessoa)

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Meu Eu...






Tudo ou Nada.
Perfeccionismo ou Irritância.
Certeza ou Incerteza
Artista ou Artista.
Iluminada ou Maldita.
Excêntrica ou Genial.
Arrogante ou Simplória.
Apegada ou Desapegada.
Preto ou Branco.
Ponte ou Porta.
Mulher ou mais Mulher.
Paixão ou mais Paixão.
Depende Sol ou Depende Lua.
Doce ou Amargo.
Mar ou Areia.
Felicidade ou Depressão.
Criança ou Velha.
Sonhos ou Desilusão.
Sensibilidade ou Rigidez
Anjo ou Demônio.
Amor ou Íra.
Abençoada ou Abnegada.
Materna ou Irmã.
Alma e Coração.
Deus ou sua Obra.

Enfim, Nayara.

sexta-feira, 3 de abril de 2009


A exatamente 2 meses atrás voltei a viver... Estou em um momento muito feliz ao lado de alguém que amo de verdade... É um momento abençoado por Deus , que vai se eternizar pelo infinito...

Bom, meu coração está feliz... e é isso que realmente me importa...


No mais, não há nescessidade de mais explicações...


Amo e só.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Nada...


"Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo.
Não posso abrir-lhe um mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma.
Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso e a chave.
Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo."

Hermann Hesse